Burocracia e impostos dificultam investimento norte-americano no Brasil

Apesar das críticas, grande maioria das empresas que já estão por aqui quer expandir seus negócios

A burocracia e os elevados impostos representam os maiores obstáculos para os investimentos norte-americanos no Brasil, de acordo com pesquisa da Câmara Americana de Comércio (Amcham Brasil) divulgada na última sexta-feira. O estudo foi realizado com 92 empresas dos Estados Unidos que já operam ou pretendem se instalar no país.

Para 33% das empresas, o maior problema  para a liberação dos investimentos é a dificuldade em passar por todos os trâmites burocráticos. Para outros 21%, o fator que mais complica os aportes é a alta carga tributária do país. O terceiro ponto negativo é a falta de infraestrutura, citada por 11% das empresas consultadas.

Apesar das críticas, 89% das companhias norte-americanas que já atuam no país afirmaram que pretendem expandir seus negócios – delas, 47% estão decididas a fazê-lo nos próximos seis meses.

Segundo a Amcham, 40% dos entrevistados já têm algum tipo de relação comercial com o Brasil, enquanto 60% restantes planejam iniciá-la no curto prazo.

Os setores de maior interesse das empresas são os bens de consumo (lembrado por 10% dos entrevistados), construção (10%), agricultura (9%), telecomunicações (8%) e logística (8%).

Fonte: Veja OnLine